ANDRÉ MATTOS

 

 

André Mattos, ator, produtor e diretor, já participou de 43 espetáculos teatrais na qualidade de ator, de 22 trabalhos como diretor e em 28 outros como diretor de produção.

 

Foi Assistente de Direção de Domingos Oliveira, Chico Anysio e Maria Clara Machado. Cumpriu Estágio de Direção com o Diretor Guel Arraes no filme ¨Lisbela e o Prisioneiro¨, onde também participou como ator em trabalho que lhe valeu o prêmio Qualidade Brasil de 2003 na categoria melhor ator coadjuvante.

 

Pela Rede Globo de Televisão, atuou nas novelas “Senhora do Destino”, “Kubanacan”, além de interpretar D.João VI na minisérie “O Quinto dos Infernos” de Carlos Lombardi.

 

Ficou conhecido também como o “Seu Fininho“ da Escolinha do Professor Raimundo, personagem que lhe valeu o Prêmio Qualidade Brasil de 2001 na Categoria Revelação de Humor em Televisão.

 

Pela Rede Record, atuou nas novelas “Prova de Amor”, “Alta Estação”, “Caminhos do Coração” e “Os Mutantes”.

 

Em 2009, integra o elenco do seriado humorístico “Louca Família”, comandado por Tom Cavalcante.

 

No mesmo ano, o ator encena o espetáculo “Moby Dick”, de Aderbal Freire-Filho, versão teatral da obra literária de Herman Melville. A peça navega e divaga sobre a famosa obsessão do capitão de um baleeiro pelo cachalote que lhe arrancara uma das pernas.

 

Ainda em 2009, André participa da novela “Bela, A Feia”, da Rede Record.

 

Em 2010, André Mattos está em cartaz com a peça teatral “Colapso”, ao lado de Osmar Prado, Emanuelle Araújo, Ricardo Tozzi e Lena Brito.

 

Foi aluno de Rui Guerra no Curso Superior de Cinema da Universidade Gama Filho, é professor de Educação Física e Teatro, atuando profissionalmente em teatro, televisão e cinema desde 1984.

 

Na área de Produção, foi responsável pela Direção de Produção de eventos para a Fundação Roberto Marinho, Coca-Cola Indústrias Ltda. e para Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro, entre outras.

 

É produtor do maior sucesso da temporada teatral carioca de 2001/2004, o espetáculo “Cócegas” estrelado por Heloisa Périssé e Ingrid Guimarães.

 

No Teatro foi vencedor do Prêmio Coca-Cola de melhor ator do ano de 1998 e indicado ao Prêmio Cultura Inglesa de Teatro na categoria de melhor ator no mesmo ano.

 

Foi indicado ao prêmio de melhor ator de teatro jovem nos anos de 1996 e 1998. Indicado ao Prêmio de melhor produtor em 1998 pelo espetáculo “Em Cantos” -, produzido por sua produtora – este espetáculo teve 20 indicações para prêmios no Rio de Janeiro, recebendo 6 prêmios no mesmo ano.

Em 1999 recebeu 7 indicações para prêmios com seu espetáculo “As Viagens de Gulliver”.

 

Em 2003 foi indicado ao prêmio de melhor ator com a peça ¨Pluft, o fantasminha¨.

 

No Teatro, atuou com diretores da expressão de Maria Clara Machado, João Bethencourt, José Renato, Aderbal Filho, Domingos Oliveira, Amir Haddad, Carlos Wilson, Ricardo Kosovski, Dudu Sandroni, Guel Arraes,entre outros.

Vencedor do Prêmio Qualidade Brasil de 2003 na categoria melhor ator coadjuvante em Cinema.

 

Dirigiu em super 8 mm o curta “O Padre Vieira”.

 

Dirigiu, e produziu em 16mm o curta “Estado de Alerta”.

 

Assistiu ao Curso de Direção ministrado por Domingos Oliveira e cursou o Curso de Cinema da antiga Embrafilme.

 

Protagonizou o longa metragem “Como Nascem os Anjos” de Murilo Salles, filme pelo qual recebeu os prêmios de melhor ator do Festival de Cinema de Natal, e o prêmio de ator-revelação no Fescine 100 – Festival de Cinema 100 Anos.

 

Co-protagonizou, ao lado de Luis Mello, o filme “O Esôfago da Mesopotâmia” de Isaack Chueke e Cristiana Grumbach.

 

Trabalhou com Cacá Diegues, Guel Arraes, Oswaldo Caldeira, Domingos Oliveira, Miguel Farias, Paulo Aragão, entre outros.

 

Em Televisão, atuou com Diretores de grande renome, tais como: Daniel Filho, Walter Avancini, Domingos Oliveira, Wolf Maia, Roberto Talma e Marcos Paulo, entre outros. Protagonizou a campanha publicitária da Rio Listas Amarelas numa co-produção da JVA e Walt Disney Productions, toda gravada na Flórida, Estados Unidos.

 

Cursou em North Yorkshire a ARTTS INTERNATIONAL – Advanced Residential Theatre and Television Skilcentre, na Inglaterra, nas áreas de Televisão, Cinema,Teatro e Vídeo.

Últimos trabalhos

Telenovelas e Minisséries

•    2018 – Além daIlha - Theodoro

•    2017 – Belaventura - Falstaff

•    2015 – Série Narcos Netflix - Jorge Luis Ochoa

​•    2015 – Espinosa - Série Policial GNT - Corregedor Garcia

•    2014 – Plano alto - Deputado Luis Siqueira (Papudo)
•    2013 – Especial Noite de Arrepiar – Para o fim de ano da Record
•    2013 – Pelé – Para a Imagine Entertainment
•    2012 – Balacobaco – Antônio Osório
•    2011 – Revoltados …. Comas
•    2010 – Balada, Baladão …. Balada
•    2010 – Autor por Autor – Analista de Bagé
•    2009 – Bela, a Feia – Ataulfo
•    2008 – Os Mutantes – Paulo Pachola
•    2007 – Caminhos do Coração – Paulo Pachola
•    2007 – Alta Estação – Willian Padilha
•    2006 – Prova de Amor – Ariovaldo Padilha
•    2004 – Senhora do Destino – Madruga
•    2003 – Kubanacan – Algustim
•    2002 – O Quinto dos Infernos – D. João VI
•    1989 – Que Rei Sou Eu – Soldado Lafon

No Teatro

•    1984 – Nossa Cidade, de Thorton Wilder, direção de Carlos Wilson

•    1985 – Pluft, o Fantasminha, texto e direção de Maria Clara Machado
•    1987 – Quem Matou o Leão?, de Maria Clara Machado, direção de Adriana Maia
•    1988 – Tribobó City, texto e direção de Maria Clara Machado
•    1989 – O Diamante do Grão-Mogol, de Maria Clara Machado, direção de Milton Dobbin
•    1991 – O Boi e o Burro no Caminho de Belém, texto e direção de Maria Clara Machado
•    1991 – Romeu e Julieta, de William Shakespeare, direção de Carlos Wilson
•    1992 – O Rapto das Cebolinhas, texto e direção de Maria Clara Machado
•    1994 – Senhora dos Afogados, de Nelson Rodrigues, direção de Aderbal Freire-Filho
•    2003 – Pluft, o Fantasminha, de Maria Clara Machado, direção de Cacá Mourthé
•    2004 – Leonce e Lena, de Georg Büchner, direção de Ricardo Kosovski
•    2007 – Abelardo e Berilo, de Bosco Brasil, direção de Ricardo Kosovski
•    2009 – Moby Dick, de Herman Melville, direção de Aderbal Freire-Filho
•    2010 – Colapso”, texto e direção de Hamilton Vaz Pereira
•    2011 – Outside – Um Musical Noir, direção de Marco André Nunes
•    2011 – Shakesparque – A Megera Domada
•    2012 – Depois do Final Feliz, de Moisés Bittencourt, direção de Ricardo Kosovski
•    2014 – Teatro Itinerante de Comédias – Com Simone Spoladore e Solange Couto

•    2017– O Empréstimo com direção de Isser Korik

•    2018– As Guerreiras do Amor de Domingos de Oliveira e direção de Isser Korik

Humorísticos

•    Show do Tom
•    2009 – Louca Família – Antônio Pinheiro (Toninho)
•    2004 – A Grande Família – Delegado Teixeira
•    2002 – Zorra Tota – D. João VI (Rede globo)
•    2001 – Escolinha do Professor Raimundo – Fininho

No Cinema

2018 - "O Nome da Morte" - com direção de Henrique Goldman

2018 – “Aconteceu na Quarta-Feira” – Longa de Domingos Oliveira

2017 – “Divórcio 190” – Longa de Pedro Amorim

2017 – “Ninguém Entra Ninguém Sai” – Longa de Hsu Chien

2014 – “Vestido pra casar” – Longa de Gérson Sanginito com Leandro Hassum

2014 – Jeitosinha – Com Direção de Johil Carvalho
2013 – Caras de Pau – Com Marcius Melhen
2013 – Estrada do Diabo – Com Debora Secco
2013 – Odeio o Dia dos Namorados “Marcos” – Com Heloisa Périssé
2012 – De Pernas Para o Ar – Com Ingrid Guimarães
2011 – Vendo ou Alugo/Pastor – Com Marieta Severo
2011 – Giovanni Improtta / Delegado Paulinho – Com José Wilker
2010 – Tropa de Elite 2 – Fortunato
2010 – Muita Calma Nessa Hora – Revolucionário
2006 – Alta Estação
2004 – Mater Dei – Bartender
2003 – Lisbela E O Prisioneiro
2003 – Josef Mengele
2002 – Seja o que Deus Quiser
2000 – Cronicamente Inviável
1999 – O Xangô de Baker Street
1999 – Tiradentes
1998 – O Esôfago da Mesopotâmia
1998 – Amores
1996 – Como Nascem os Anjos

 © 2015 - CECÍLIA DANTINO