CLÁUDIO FONTANA

 

 

 

Claudio Fontana é ator e produtor teatral. Fez 6 anos de teatro amador em São Paulo no Esporte Clube Pinheiros e iniciou sua carreira profissional no teatro, em 1990 em “VEM BUSCAR-ME QUE AINDA SOU TEU”, de C. A. Soffredini, direção de Gabriel Villela, espetáculo que lhe rendeu o Prêmio APETESP de Revelação. A partir de então, alternou trabalhos em TV, teatro e cinema.

Em teatro, destacam-se “MACBETH” onde interpretou Lady Macbeth ao lado de Marcello Antony, “ADIVINHE QUEM VEM PARA REZAR”, onde contracenou com PAULO AUTRAN; “PÓLVORA E POESIA”, “A PONTE E A ÁGUA DE PISCINA”, “FELIZ ANO VELHO” e “TRAÇAS DA PAIXÃO”, de Alcides Nogueira; “PÉROLA”, de Mauro Rasi e “ANDAIME”, de Sergio Roveri. Sob a direção de Gabriel Villela, “UM RÉQUIEM PARA ANTONIO, de Dib Carneiro Neto, “MACBETH”, de Shakespeare, “MARY STUART”, de Schiller, “A GUERRA SANTA”, de Luis Alberto de Abreu e “CALÍGULA”, de A. Camus (2010). Foi dirigido por Marcio Aurélio, Enrique Diaz, Elias Andreato, Mauro Rasi, José Possi Neto e Fernando Guerreiro.

Na TV, está gravando I LOVE PARAISOPOLIS e gravou “REI DAVI”, “CIRANDA DE PEDRA”, “AMERICA”, a minissérie “UM SÓ CORAÇÃO”, “SEUS OLHOS”, “FERA FERIDA”, “AS PUPILAS DO SR. REITOR”, “DEUS NOS ACUDA”, “O AMOR ESTÁ NO AR”, entre outras. No cinema, fez “I HATE SÃO PAULO”, longa que participou da Mostra Internacional de São Paulo de 2003, e “ZICO, O FILME”, sobre a vida do ex-jogador.

Estreou como produtor teatral de espetáculos em “UMA COISA MUITO LOUCA”, de Flávio de Souza. Em 2001, produziu e atuou em “PÓLVORA E POESIA”, de Alcides Nogueira, espetáculo vencedor de 3 Prêmios Shell, com o apoio do Prêmio Flávio Rangel da Secretaria de Estado da Cultura. Em 2002/2003, produziu e atuou em “A PONTE E A ÁGUA DE PISCINA”, com a atriz Walderez de Barros. Em 2005, produziu “LEONCE E LENA”, de G. Buchner e “ESPERANDO GODOT”, de Beckett, ambas com direção de Gabriel Villela. Em 2005/2006, atuou e produziu “ADIVINHE QUEM VEM PARA REZAR”, com Paulo Autran, direção de Elias Andreato. Em 2007/8, produziu e atuou em “ANDAIME”, com Cássio Scapin. Em 2008, produziu POR UM FIO, de Drauzio Varella, com Regina Braga e Rodolfo Vaz. Em 2008/09/10 atuou e produziu “CALÍGULA”, com Thiago Lacerda e VESTIDO DE NOIVA, com Leandra Leal e Marcello Antony. Em 2011, produziu “CRÔNICA DA CASA ASSASSINADA”, de Dib Carneiro Neto, ESPETÁCULO VENCEDOR DO PRÊMIO CONTIGO DE MELHOR DRAMA baseado no livro de Lucio Cardoso, com Xuxa Lopes e “MOZART APAGA A LUZ”, infantil de Christine Rohrig sobre a vida do compositor austríaco e ainda HÉCUBA, de Eurípides, com a atriz Walderez de Barros. Em 2012 produziu “MACBETH” onde atuou ao lado de Marcello Antony. Em 2013, “HAMLET”, com Thiago Lacerda. Em 2014, “UM RÉQUIEM PARA ANTONIO”, com Elias Andreato, sobre a rivalidade dos compositores Mozart e Salieri.

 © 2015 - CECÍLIA DANTINO