AUGUSTO ZACCHI

Augusto Zacchi nasceu em Niterói, Rio de Janeiro, em 25 de julho de 1977. Forma-se em Artes Cênicas pela Casa das Artes de Laranjeiras (CAL) e estréia no espetáculo "Um Homem Chamado Shakespeare", com texto e direção da Bárbara Heliodora, em 1999.

Teatro

2019- “O Despertar da Primavera”, de Steven Sater, baseado na obra de Frank Wedekind – Direção: Charles Moeller e Claudio Botelho

2019- “Van Gogh, por Gauguin”, de Thelma Guedes  – Direção: Roberto Lage

2016 – “Gata em Telhado de Zinco Quente”, de Tennessee Williams – Direção: Eduardo Tolentino de Araújo/Grupo TAPA (indicado ao Prêmio Botequim Cultural e Prêmio Cenym  na categoria melhor ator coadjuvante)                                                                                                                                                            2014/ 2015 - “Chuva Constante” de Keith Ruff - Direção: Paulo de Moraes 
2014 - "Toda donzela tem um pai que é uma fera" de Gláucio Gil - Direção: Roberto Lage 
2014 - "As Viúvas" de Artur Azevedo - Direção: Sandra Corveloni/Grupo TAPA 
2013/2014 - "Anti- Nelson Rodrigues" de Nelson Rodrigues - Direção: Eduardo Tolentino/Grupo TAPA 
2013 - "Senhorita Julia" de August Strinberg - Direção Eduardo Tolentino/Grupo TAPA 
2010/2011 - "Mente Mentira" de Sam Sheppard - Direção: Paulo de Moraes 
2010 - "19 Centímetros" de Lauro Cesar Muniz - Direção : Bárbara Bruno 
2008 - "Os Especialistas" de Adriano Shaplin - Direção: Barbara Bruno 
2007 a 2013 - "A Moratória" de Jorge Andrade - Direção de Eduardo Tolentino/Grupo TAPA 
2005 a 2012 - "Bent" de Martin Sherman -Direção de Luis Furlanetto 
2004 - "Indecência Clamorosa" de Moises Kaufman - Direção de Jackeline Laurence 
2003 - "O Dia do Redentor"(2003), de Bosco Brasil - Direção de Ariela Goldman 
2002 - "Laranja Mecânica" de Anthony Burges - Direção de Paulo Afonso de Lima 
2001- "Trainspotting" de Harry Gibson - Direção de Luis Furlanetto 
2001 - "Fausto Gastrônomo" de Richard Scheschner – Direção de Luis Furlanetto (Indicado ao Prêmio Ibeu de melhor ator) 
1999 - "Um Homem Chamado Shakespeare" com texto e direção da Bárbara Heliodora 

Teatro – Direção

2018- “Quando as Máquinas Param”, de Plínio Macos; com Carol Cashie e Cesar Baccan; Teatro Aliança Francesa- SP

TV

2017/18 – “Apocalipse” – Rede Record

2017 – “ Rock Story” – Rede Globo

2013 - "José do Egito" – Rede Record 
2012 - "Máscaras" – Rede Record 
2011 - "Lara com Z" – Rede Globo 
2009 - "Poder Paralelo" – Rede Record 
2008 - "Luz do sol" (2008) - Rede Record 
2007 - "Maria Esperança" (2007) – SBT 
2004 - "Malhação" – Rede Globo 

 

 

Cinema

2018 – “ Paredes de Papel”, de Marco Schiavon

2011 - "Mentiras Sinceras" de Pedro Asberg 
2008 - "Era uma vez..." de Breno Silveira 
2004 - "Olga" de Jayme Monjardim 
2005 - "Foliar Brasil" de Carolina Paiva 

 © 2015 - CECÍLIA DANTINO