GERO CAMILO

 

 

Ator, Poeta, Dramaturgo, cantor e compositor.

 

Cursou a Escola de Arte Dramática EAD – ECA – USP, concluindo-a em 1998.

Nas suas próprias palavras, é nítida a orientação de seu trabalho tanto de dramaturgo/compositor como de ator: “Sou desavergonhadamente poeta. Acho que todo intérprete está à mercê da poesia. Minha vontade é sempre trazer a poesia para este tempo”.

 

Foi o teatro, mais especificamente a Escola de Artes Dramática da USP que trouxe o poeta, dramaturgo, ator e cantor Gero Camilo até São Paulo, em 1994. Em 2004, encena a peça “Aldeotas”, de sua autoria, dirigida por Cristiane Paoli-Quito. O espetáculo confirma a sensibilidade do autor e rende à diretora o Prêmio Shell.

 

A sua publicação independente, “A Macaúba da Terra”, relançado em 2013 com 10 anos de publicação, já tinha rendido em 2003 a montagem “As Bastianas” pela Companhia São Jorge de Variedades. “Cleide, Eló e as Pêras”, em 2006, constitui-se de mais três textos do mesmo “A Macaúba da Terra”. Nas duas primeiras partes, as declarações de amor do vigia Ernesto por Cleide e de Isadora por um. Mais uma vez, há o despojamento do cenário e a dramatização centrada nos atores, características que a dramaturgia de Gero Camilo demanda.

 

Gero Camilo dedica-se também ao cinema. A trajetória no cinema começou ainda na EAD, com participações nos filmes “Cronicamente Inviável” e “Domésticas”. Mas foi em “Bicho de Sete Cabeças”, a primeira de muitas parcerias com Rodrigo Santoro, que Gero Camilo se tornou conhecido do grande público

Últimos trabalhos

No Cinema

• Dá Licença de Contar Curta – 2015 – Direção de Pedro Soffer Serrano 

• Os Pobres Diabos – 2013 – Direção e Roteiro de Rosemberg Cariry

•Futuro do Pretérito: Tropicalismo Now! – 2012 – Direção de Ninho Moraes e Fancisco César Filho

• Receberia As Piores Notícias Dos Seus Lindos Lábios – 2010 – Direção de Beto Brant e Renato Ciasca

• Assalto Ao Banco Central – 2010 – Direção Marcos Paulo

• Pequenas Histórias – 2007 – Direção de Helvécio Ratton

• 5 Frações De Uma Quase História – 2007 – Contribuição com o texto de sua autoria 145 – Direção: Armando Mendz, Cristiano Abud, Cris Azzi, Guilherme Fiúza, Lucas Gontijo e Thales Bahia

• Chamas Da Vingança (Man on Fire) 2004, com Denzel Washington – Direção de Tony Scott

• Carandiru – 2003 – Baseado no livro Estação Carandiru de Dráuzio Varella – Direção de Hector Babenco

• Narradores De Javé – 2003 – Direção de Eliane Caffé

• Cidade De Deus – 2002 – Direção de Fernando Meireles

• Madame Satã – 2002 – Direção de Karim Aïnouz• Abril Despedaçado – 2001 – Direção de Valter Salles

• Bicho De Sete Cabeças – 2001 – Direção Laís Bodanzky – Vencedor do 33º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e do Festival de Cinema de Recife/2001 – recebeu em ambos o prêmio de Melhor(Ator Coadjuvante interpretando o personagem Ceará)

• Domésticas – 2001 – Direção Nando Olival e Fernando Meirelles

• Cronicamente Inviável – 2000 – Direção de Sérgio Bianchi

Prêmios Cinema

• Troféu Redentor de Melhor Ator Coadjuvante, no Festival do Rio, por Hotel Atlântico – 2009
• Grande Prêmio Cinema Brasil de Melhor Ator Coadjuvante, por Narradores de Javé – 2004
• Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante, no Festival de Recife, por Narradores de Javé – 2003
• Troféu Candango de Melhor Ator Coadjuvante, no Festival de Brasília, por Bicho de Sete Cabeças – 2001
• Prêmio de Melhor Ator Coadjuvante, no Festival de Recife, por Bicho de Sete Cabeças – 2001

No Teatro

• Razão Social – 2016/17 – Texto e direção do ator com Victor Mendes

• Caminham Nus  Empoeirado – 2015 – escrito pelo ator e direção dividida com Luisa Pinto

• Cartas À/De Pio - 2014 - Texto e direção do ator

• A Casa Amarela – 2010 – Texto Gero Camilo – Direção Márcia Abujamra

• Navalha na Carne – 2008 – Texto Plínio Marcos – Direção Pedro Granato

• Cleide, Eló e as Peras – 2006 – Texto de Gero Camilo – Direção de Gustavo Machado

• Aldeotas – 2004 – Texto de Gero Camilo – Direção de Cristiane Paoli Quito

• A Procissão – 1998 – Texto, Direção e Atuação de Gero Camilo

• Tartufo Ou O Impostor – 1997 – Texto de Molière – Direção de José Rubens Siqueira

• Café com Torradas – 1997 – Prêmio Nascente de incentivo a novos talentos, Editora Abril – USP/97

• O Macaco Peludo – 1995 – Texto de Eugene O´Neill, interpretando Paddy – Direção de Celso Frateschi

• Prelúdico para Clowns e Guitarra – 1996 – Direção de Cristiane Paoli Quito

• Aquele que Diz Sim e Aquele que Diz Não – 1996 – Texto de Bertolt Brecht -Direção de Celso Frateschi

• A Cândida Erêndira e a Sua Avó Desalmada – 1999 – Adaptação do conto de Gabriel García Márquez – Direção de José Rubens Siqueira

Na Televisão

• Felizes Pra Sempre? - TV Globo – 2015 – Personagem: Carlos

• O Hipnotizador – HBO – 2015 – Personagem: Donato

• Novela Gabriela- TV Globo – 2012 – Personagem: Miss Pirangi – Direção: Mauro Filho

• Amor em 4 Atos – TV Globo – 2010 – Episódio: Construção – Personagem: José – Direção de Tadeu Jungle

• Som e Fúria – TV Globo – 2009 – Personagem: Naum – Direção de Fernando Meireles

• O Amor Segundo Benjamim Schianberg – TV Cultura – 2009 – Personagem: Sávio – Direção de Beto Brant

• Hoje é Dia de Maria – TV Globo – 2005 – Personagem: Zé Cangaia – Direção de Luis Fernando Carvalho

• Brava Gente – TV Globo – 2001 – Episódio: As Aventuras de Chico Norato Contra o Boi Vingativo – Personagem: Chico Norato – Direção de Jayme Monjardim

• Brava Gente – TV Globo – 2001 – Episódio: Loucos de Pedra – Personagem: Cabeleira – Direção de Cininha de Paula

Na Música

• Canta Alucinação - Em Homenagem ao cantor Belchior

• Segundo disco em fase de pré-produção para lançamento em 2013

• Cabaretfagia – 2012 – Direção e texto Gero Camilo

• Canções de Invento – 2012 – Direção Karina Ades

• Ópera Crua – 2010 – Direção Karina Ades

• Fragmentos Poéticos – 2010 – Texto, Música e Direção de Gero Camilo

• Show Love, Love, Love… – Com a Banda Chá de Boldo – 2009 – Direção de Karina Ades

• Show Ópera Crua, com Gero Camilo e Rubi – 2008 / 2009 – Direção de Karina Ades

• Show de Lançamento CD Canções de Invento – 2008 – Direção de Karina Ades

• CD “Canções de Invento” – 2007 – Direção de Karina Ades

Na Literatura

• A Macaúba da Terra – 2002 – 1ª Edição – Composto por contos e peças curtas, denominados Bastianas e EntreAtos

 

 

 

 © 2015 - CECÍLIA DANTINO