MARÍLIA MEDINA

A atriz e produtora de teatro Marilia Medina começou sua carreira nos anos oitenta como atriz em grupos de teatro e espetáculos amadores. Seu início no teatro profissional foi na peça “A Presidenta”, com Jorge Dória, onde ficou em temporada por dois anos pelo Brasil. Fez a super elogiada “Apareceu a Margarida” entre 2007 e 2009, monólogo com direção de Bruno Garcia, onde atuou e produziu.

Em 2008 atuou em “Mistério na Mansão”, ao lado de Marcos Oliveira. Em 2006 também atuou e produziu “Lavanderia Brasil”, direção de Moacyr Chaves, com Marcos Breda, Felipe Camargo e Paula Burlamaqui no elenco.

Em 2010 fez Geraçao Trianon com direçao de Antonio Pillar. Em 2003 atuou no espetáculo “O Menino Maluquinho” com direção de Felipe Camargo.

Em 2002 atuou na peça “Se Correr o Bicho Pega, se Ficar o Bicho Come”, com direção de Antonio Pedro.

Em 2001 na peça “Só para Divertir”, com direção de Herval Rossano e em 2000, atuou e produziu a peça “Disk-Ofensa-Linha-Vermelha”, direção de Bruno Garcia.

Também participou da peça “Alices”, em 1999, sob a direção de Camilla Amado, sua mestra, com quem teve máster classes pelo período de quatro anos. Estudou com nomes como Aderbal Freire Filho, Hamir Addad, Roberto Machado, Camilla Amado, Walrer Lima Junior, entre outros. 
No cinema seus ultimos trabalhos foram o curta metragem Sildenafil ,de Clòvis Melo que lhe rendeu o premio de melhor atriz nos Festivais de Toronto no canadà e Maracanaù. Participou de "Como Esquecer", Mulheres do Brasil" e Ismael e Adalgisa"ambos de Malu de Martino. Fez também "Sexo,verdades e Mentiras" de Euclydes Marinho. 
Na TV foram varias participaçoes em series e novelas.
No momento produz dois novos espetáculos nos quais atuarà em 2016 e 2017 
 

Marília_medina_14.jpg

 © 2015 - CECÍLIA DANTINO